Site Tools


ora-pronobis

Ora pronobis

Nomes científicos e populares

Pereskia aculeata

Também conhecida como: ora pro nobis (“rogai por nós” em latim), lobrobô ou lobrobó, groselha-da-américa, groselha-dos-barbado, groselheira-das-antilhas, jumbeba.

Informações Botânicas

Nativo da América tropical, pertence ao gênero das Pereskias, família das Cactaceae (o mais primitivo dos cactos, único com folhas desenvolvidas).

Trepadeira de folhas suculentas e flores brancas com miolo amarelado.

Cada uma de suas suculentas folhas é munida de dois pequenos espinhos.

As flores, de cor brancacenta, dispõem-se em panículas terminais.

Os frutos consistem em pequenas bagas amarelas, angulosas e de sabor insípido.

Prefere solos rico em matéria orgância.

Princípios Ativos

Proteínas, vitamina A, magnésio, fósforo, cobre.

Indicações e Usos

Estas folhas brilhantes, gorduchinhas, crocantes, verde-escuras e nutritivas são também deliciosas. Acredita-se que o cultivo em larga escala do ora-pro-nóbis poderia representar uma revolução nos recursos alimentícios da humanidade, devido a seu fácil cultivo, grande produção e alto valor nutricional.

Usa-se como o orégano, em forma de folha seca e moída. Também usada no preparo da farinha múltipla, complemento nutricional no combate à fome. Para evitar desnutrição, as folhas frescas ou secas são usadas no feijão, no preparo de saladas, refogados, na sopa e sucos.

As folhas secas e moídas são usadas em diferentes receitas, especialmente em sopas, omeletes, tortas e refogados. Muita gente prefere consumir as folhas cruas em saladas, acompanhando o prato principal. Outros as usam como mistura para enriquecer farinha, massas e pães em geral. É servido cotidianamente nas cidades históricas do estado de Minas Gerais, onde a planta é mais popular.

Tem espinhos e pode ser usada em cercas-vivas, se desenvolvendo bem tanto à sombra como ao sol. Também é boa para alimentação animal, in natura ou na ração, barateando os custos da produção.

O ora-pro-nobis é apreciado também por suas flores róseas e alguns países, como Israel, o cultivam por suas propriedades melíferas.

Nutrientes

Estudos desenvolvidos na Universidade Federal de Lavras (MG) avaliaram a composição bromatológica da planta e apontam que as folhas contêm cerca de 20% de proteína -sendo por isso conhecido como “carne dos pobres”.-, vitaminas A, B e C, betacaroteno, folacina, minerais como cálcio, fósforo e ferro -ajuda a curar anemias das mais graves. Suas folhas são ricas em mucilagem, que contribui para o bom funcionamento do intestino.1

Também constataram que o vegetal, “além da proteína bruta, poderia contribuir com a ingestão de fibra e prevenir várias doenças como varizes, câncer de cólon, hemorróidas, tumores intestinais e diabetes.”

Folhas secas são usadas no tratamento contra o colesterol, e as folhas novas, maceradas com azeite, no tratamento de furúnculos. É aplicada para tratar tumores e outros tipos de inflamações cutâneas, anti-sifilíticas. Tem propriedades emolientes e expectorantes.

Toxicidade

OBS

A ora-pro-nóbis não faz parte da lista da Anvisa, que regulamenta a produção e venda de fitoterápicos. Também não há registro formal no grupo sobre efeitos medicinais da ora pro nobis.

Ainda assim, estudos desenvolvidos na Universidade Federal de Lavras (MG) avaliaram a composição bromatológica da planta e apontam que as folhas contêm cerca de 20% de proteína, vitaminas A, B e C, minerais como cálcio, fósforo e ferro.

Também constataram que o vegetal, “além da proteína bruta, poderia contribuir com a ingestão de fibra e prevenir várias doenças como varizes, câncer de cólon, hemorróidas, tumores intestinais e diabetes.”

ora-pronobis.txt · Last modified: 2019/05/25 19:08 (external edit)