Site Tools


sete-sangrias

Sete-sangrias

Nomes científicos e populares

Cuphea balsamona, popularmente conhecida como Sete-sangrias, guanxuma vermelha, balsamona, chiagari, cuféa, erva de sangue, pé de pinto.

Informações Botânicas

Da família das Litráceas, tem o caule e os ramos revestidos de pêlos glandulares, de cor avermelhada. As folhas são opostas, com pecíolo curto, isentas de pibescência na parte superior, e pilosas na parte inferior.

Planta herbácea ereta, pouco ramificada, de 20 a 60 cm de altura, tendo o caule revestido por pelos glandulares vermelhos e ásperos. As folhas verdes, simples, são opostas, com pecíolo curto e piloso na face inferior, mais clara. Medem 1,5 a 2,5 cm de comprimento. As flores são pequenas, axilares, intrapecioladas, com cálice giboso, de cor rosa-arroxeada. Floresce o ano todo, tendo seu auge nos meses de junho e julho. O fruto é uma cápsula pequena com as sementes.

Reproduz-se apenas por sementes, preferindo solos úmidos e arenosos. De fácil dispersão, é considerada invasora de monoculturas, por nascer espontaneamente em terrenos baldios e pastagens. Floresce quase o ano todo, sendo a época de maior florescência os meses de junho e julho. A planta inteira pode ser colhida em qualquer época do ano.

Duas outras espécies do gênero Cuphea são conhecidas vulgarmente como sete-sangrias, uma alusão a que um tratamento com as plantas equivale ao resultado obtido por sete sangrias (tratamento comum no passado). São elas a C. racemosa (L.f.) Spreng. e a C. mesostemon Koehne.

A planta originalmente denominada de “sete-sangrias” é C. balsamona, que foi indicada para a cura de febres intermitentes e disenterias graves, hoje identificada como C. carthagenensis.

OcorrÊncia: América Central e do Sul, desde o México até o Uruguai. No Brasil, medra principalmente nos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Modo de conservar: A planta inteira pode ser utilizada fresca ou seca ao sol, em local ventilado e sem umidade. Armazenar em sacos de papel, de pano ou em vidros escuros.

Princípios Ativos

Mucilagens e pigmentos dentre outros.

Indicações e Usos

O chá de sete-sangrias é muito indicado nos casos de insônia, pressão alta, tosse dos cardíacos, arteriosclerose, colesterol alto e palpitações do coração. É diurético, diaforético e depurativo do sangue. Tem ação laxante, auxilia a eliminação de ácido úrico, limpa o estômago e os intestinos.

Também auxilia na cura de reumatismo, doenças venéreas (anti-sifilítica), psoríase, irritação das vias respiratórias, dermatite de contato, eczemas e afecções da pele em geral.

Modo de Usar

Arteriosclerose; hipertensão arterial; palpitações do coração; diurético: em 1 xícara de chá, coloque 1 colher de chá da planta fatiada e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá, de 1 a 3 vezes ao dia.

Tosse dos cardíacos; respiração dificil; irritação das vias respiratórioas; insônia: em 1 xícara de chá, coloque 1 colher de sopa da planta fatiada e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos, coe e adicione 1 xícara de chá de açúcar. Leve ao fogo brando, até dissolver o açúcar. Tome 1 colher de sopa, de 2 a 3 vezes ao dia.

Ativador da circulação sanguínea e função intestinal; nervosismo; depurativo; diurético: coloque 2 colheres de sopa da planta fatiada em 1 xícara de chá de alcool de cereais a 70%. Deixe em maceração por 8 dias e coe. Tome de 10 a 15 gotas ou 1 colher de café, diluido em um pouco de água, de 2 a 3 vezes ao dia.

Afecções da pele, psoríase, eczemas, feridas, úlceras,furúnculos, pruridos e dermatite de contato: coloque 1 colher de sopa da planta fatiada em 1 copo de leite em fervura. Deixe ferver por 3 minutos. Coe e espere esfriar. Aplique nas partes afetadas, com um chumaço de lagodão, de manhã e à noite.

Extrato alcoólico da sete-sangrias

Planta medicinal: Sete-sangrias (Cuphea carthaginensis)

Material utilizado : A planta seca da sete-sangrias e álcool de cereais a 70%.

Modo de preparar o extrato alcoólico da sete-sangrias:

1) Colocar em um recipiente apropriado, com tampa hermética, duas colheres das de sopa de planta seca e fatiada da sete-sangrias.

2) Adicionar uma xícara das de chá de álcool de cereais a 70%.

3) Deixar em maceração por no mínimo oito dias.

4) Filtrar em coador de papel.

5) Armazenar em um vidro escuro, ao abrigo de luz solar.

Quando e como usar o extrato alcoólico da sete-sangrias:

Indicações : Ação depurativa, ação diurética.

Modo de usar: Tomar uma colher das de café do extrato alcoólico, diluído em meio copo d'água, duas a três vezes ao dia. Repetir o tratamento para alcançar o resultado esperado.

Contra-indicações : Na gravidez, na lactação, para crianças em geral e pessoas sensíveis às substâncias presentes na sete-sangrias.

Nutrientes

Toxicidade

Em excesso, pode causar diarréia.

sete-sangrias.txt · Last modified: 2019/05/25 19:08 (external edit)